quarta-feira, 27 de junho de 2012

Livro: "Os segredos dos casais inteligentes" (Gustavo Cerbasi)

Aah, meninas, adorei os comentários no post anterior! Aliás, falando em comentários... eu leio todos, tá gente?! Morro de rir sozinha com o que vcs falam! Os recadinhos me fazem muito feliz! =D

Então, tenho estado um pouco triste com a falta de dinheiro! Na verdade, o que estou passando é sintoma da TPM! Fico mais sensível, impaciente, triste e irritada com tudo (e todos)! É horrível! Fico revoltadíssima com a espera! Ter que, simplesmente, esperar o tempo passar é a treva!! haha

Ah, uma dica... (mudando totalmente de assunto! haha)
Semana retrasada estive no RJ para uma reunião de trabalho e, coincidentemente, o noivo viria de lá no mesmo dia e horário. O detalhe é que ele viria dirigindo nosso carro novo! haha (ele comprou lá!)
Combinamos que eu ficaria esperando por ele no Shopping de São Gonçalo... como eu tinha nada para fazer, a não ser matar a minha fome, resolvi dar uma passeada por aquele lugar tenso! haha Quando não se pode comprar nada, o shopping se torna um inferno! Resolvi entrar numa bendita livraria e achei um livro legal para passar meu tempo!


Gente, terminei de ler ontem... é muito legal! A essência é mostrar que a renda do casal deve ser tratada como uma só, independente de quanto cada um recebe. Só assim, o casal terá menos conflito em relação às finanças e às responsabilidades de pagamento. Enfim, é uma questão de cultura! Não fui criada assim e será complicado adequar à essa realidade. Confesso que achei horrível essa ideia, mas parando para refletir nas brigas que já tivemos em nossso relacionamento, pude perceber que foi justamente por causa de dinheiro! Então, acabei pensando melhor sobre o assunto e, realmente juntar as rendas pode ser bem melhor. Vou esperar o noivo ler o livro para saber se ele concorda com a ideia! =D

Bom, é isso... fica aí a dica sobre um dos assuntos mais complicados na vida a dois! Espero que gostem! 

Beijos!!

Um comentário:

Jay disse...

Ahh ,eu concordo com a idéia de juntar as duas rendas!É melhor, é companheirismo, e igual a todos!Mas os dois tem que saber como e quando gastar,claro rsrs